Izakaya Issa

Izakaya Issa

De São Paulo:

Uma das coisas que mais me deixa feliz por ter vindo morar em São Paulo é poder explorar os pequenos bares japoneses do interessante bairro da Liberdade sempre que me der na telha. A capital paulistana, com sua grande colônia de imigrantes, me revelou esta categoria de estabelecimento que eu até então desconhecia: a de botecos japas e clubes onde os clientes podem reservar suas garrafas de saquê e aguardente shochu.

Algumas características comuns aproximam estes bares típicos do bairro paulistano, a começar pelo horário restrito de funcionamento – geralmente entre 18h e 23h – e também a discrição. São quase invisíveis para quem passa por eles na rua – separada do espaço interno por uma porta de correr – como é o caso do Izakaya Issa.

Izakaya Issa, Izakaya, bairro da Liberdade, comida japonesa  (1)

O Izakaya Issa oferta uma série de saquês e aguardentes japonesas

Izakaya Issa, Izakaya, clube de saque, bairro da Liberdade, comida japonesa  (5)

A estante do Izakaya, lotada de garrafas reservadas com o nome de clientes

Izakaya é uma espécie de clube de saquê e shochu (aguardente típico do Japão), que oferta pequenas porções de comida para se beliscar enquanto se bebe. De alguma maneira o lugar me recordou muito as clássicas casas de uísque do Rio de Janeiro, mas com um tema totalmente diferente. As estantes de madeira são tomadas por garrafas reservadas com o nome dos clientes.

A equipe do Izakaya Issafoi extremamente simpática. Tão simpática que eu até me esqueci de que estava ali sozinho. A dona do bar, a nissei Margarida Haraguchi logo puxou assunto comigo. Falou do cardápio, fez sugestões e explicou a diferença entre o gosto dos brasileiros e dos descendentes de japoneses que ali frequentam.

Izakaya Issa, Izakaya, bardana, bairro da Liberdade, comida japonesa  (2)

Provei a Bardana, uma gostosa raíz que até então desconhecia

Izakaya Issa, Izakaya, otoshi, bairro da Liberdade, comida japonesa  (4)

Otoshi: pequenas entradinhas do Izakaya que mudam conforme o dia

Pedi uma dica de saquê. A grande oferta da bebida por ali me fez cai real: sou apenas um leigo iniciante na brincadeira. Solicitei um mais seco e logo uma enorme garrafa pousou na minha frente. Uma das integrantes da equipe (composta apenas por mulheres) derramou o líquido gelado e transparente num copo pequeno e comprido até que quase trasbordasse pelas bordas.

Nada daqueles escuros potes plásticos quadrados. Nada de sal na borda. Saquê ali é coisa séria e como já havia me ensinado o inesquecível Jacky Ueda (do Azumi, no Rio) é para se tomado em copinhos de vidro, ou de cerâmica. De fato fica muito mais gostoso (sem exagero).

Izakaya Issa, Izakaya, takoyaki, bolinho de polvo, bairro da Liberdade, comida japonesa  (3)

Bolinhos tentadores de polvo de nome Takoyaki. Fantásticos!

Estava disposto a beliscar algo mais por ali, mas nada muito substancial. Ganhei uma pequena porção de uma raiz muito gostosa chamada Bardana. Tentei tomar o saquê devagar, mas estava tão bom que me empolguei na rapidez. Para compensar o estado alcoólico avançado, solicitei uma porção de entradinhas denomidadas Otoshi (R$ 20,00) – que variam de acordo com o dia.

Foi uma boa pedida. Quatro pequenos potes nos quais pude provar com calma: brotos de bambu, acelga chinesa com carne, nabo desidratado e folhas de mostarda japonesa. Sabores interessantes e alguns ainda desconhecidos por mim como no caso das folhas de mostarda.

Desde que cheguei por ali fiquei de olho em uns bolinhos preparados num forno curioso atrás do balcão. Acho que Margarida percebeu minha curiosidade e faz a enorme gentileza de me ceder três unidades para provar. “Takoyaki” revelou-me. Ou bolinhos de polvo, servidos com raspas de peixe seco, muito populares entre os clientes brasileiros, disse-me a nissei. Dá para entender claramente o motivo.

De cara imaginei que se trataria de algo muito massudo, porém assim que mordemos a esfera o bolinho se desfaz revelando um recheio surpreendente por dentro da massa. Pequenos tentáculos de polvo derramam-se pelo pote como se em uma sopinha maravilhosa. Com este gosto supremo de felicidade eu terminei meu ótimo tour por este bar japonês da Liberdade.

Izakaya Issa

Funcionam de segunda a sexta das 18h30 às 23h30. Sábados e domingos das 18h às 23h.

Endereço: Rua Barão. de Iguape, 89 – Liberdade. São Paulo (SP).

Contatos: (11) 3208-8819.

Aceitam cartões de crédito e débito.