Os petiscos criativos do Bar do Momo

Os petiscos criativos do Bar do Momo

 Do Rio de Janeiro:

O Bar do Momo se destaca por sua cozinha criativa que foge do lugar comum quando o assunto é pé-sujo. Assim como o caso de outro famoso bar da Zona Norte, o Da Gema, seus petiscos diferentes vêm contribuindo para enriquecer e colorir cada vez mais a típica culinária botequeira carioca. 

Eu me considero em algum grau um purista quando o assunto é botequim. Valorizo muito a culinária tradicional, mas acho que – desde que não seja exagerado – o processo de abrir-se a novas receitas e a um novo jeito de preparar o petisco de cada dia é positivo. No caso do Momo e do Da Gema, este ponto entre tradição e inventividade é bem equilibrado.

bar do momo, tijuca, boteco, Rio de JaneiroOs clientes preferem sentam junto as mesas na calçada

Além de tudo  são lugares que, apesar da fama, fazem questão de preservar a atmosfera descontraída, singela e informal de boteco – sem pender para modelos estéticos enlatados e de atendimento padronizados que só empobrecem a cultura botequeira no Rio.

O Bar do Momo (diz-se que o nome deve-se a um ex proprietário que já ostentou o título de Rei Momo no Carnaval) já era conhecido na região da Tijuca pela famosa feijoada preparada por Tonhão – que comprou o ponto nos anos 70.

Foi pelas mãos de seu filho, Antonio Carlos Laffargue, o Toninho, e suas inventivas porções de petiscos, que o local atingiu a fama além bairro – se tornando um boteco festejado no Rio e célebre até entre chefs renomados da alta gastronomia da cidade como Thomas Troisgros.

bar do momo, tijuca, boteco, Rio de Janeiro 6O espaço interno é bem pequeno, sendo utilizado mais para o serviço

Algumas iniciativas como o “Rei no Bar do Momo“, de convidar os chefs para preparar pratos na cozinha do pequeno boteco ajudaram a alavancar a fama do local, além de estimular a troca de experiências entre duas vertentes gastronômicas.

O negócio é sentar juntos as mesas de plástico espalhadas na calçada, bem próxima a esquina da Rua Uruguai. O pessoal da casa é muito simpático e o cardápio de boca. Cada dia pode ter uma surpresa por ali. Para beber, as batidas, como a de Maracujá, são pedidas clássicas. Ou ampolas de cerveja geladíssimas (contam com uma boa variedade). O clima é muito amigável e todo mundo parece se conhecer há tempos.

Tive a feliz oportunidade de provar um dos tira-gostos mais pedidos pela clientela, o delicioso Bolinho de Arroz (R$ 5,00). Não deixa nada a dever aos melhores bolinhos de arroz de Sampa (onde o petisco é mais comum). É bem frito, sequinho, com recheio saboroso – que satisfaz sem pesar.

bar do momo, tijuca, boteco, Rio de Janeiro, bolinho de arrozUm dos petiscos mais pedidos: o delicioso Bolinho de Arroz

Estava com um amigo para uma rápida escala (visitaríamos outros botecos da área àquele dia) e foi difícil resistir em não solicitar opções como as Almôndegas de Jiló ou o Farol de Milha: uma porção de filé de lagarto recheado com linguiça e queijo meia cura, servido com torrada de alho e um ovo caipira frito com gema mole por cima.

A passagem ligeira, no entanto, já me bastou para colocar o Momo entre meus locais prediletos na Tijuca. Já tenho planos de esticar um papo por ali em outra oportunidade com mais calma. Quem sabe para pedir o T-Rex, um giga bife de 600 gramas de contrafilé acompanhado de dois ovos fritos. Há muita coisa interessante para se curtir por ali.

Bar do Momo

Funcionam de Segunda a Sábado das 14h às 22h. Domingo das 10h às 18h.

Endereço: Rua General Espírito Santo Cardoso 50 A – 50 A – Tijuca. Rio de Janeiro (RJ)

Contatos: (21) 2570-9389