Casa do Porco, o santuário do chef Jefferson Rueda

Casa do Porco, o santuário do chef Jefferson Rueda

De São Paulo:

O nome resume toda a essência do local: lá é a casa da carne de porco em São Paulo, um santuário onde é este animal é tratado de forma sagrada, valorizado em todos os detalhes, preparado – com esmero – de todas as maneiras possíveis. É um destes lugares que me deixam verdadeiramente emocionados de estar, já que sou um apaixonado por receitas à base de porco.

Minha primeira passagem por lá (ainda a única, até daqui a pouco) foi ansiosa. O fato de não poder comer tudo do cardápio – por uma incapacidade física óbvia de falta de espaço em meu estômago – me gerou enorme angustia. Pensei: o que eu vou ter de dispensar desta vez, já que tudo me parece imprescindível?

Casa do Porco, Sao Paulo, torresmo 2-2

Porcopocas: porção de torresmos crocantes e sequinhos

Casa do Porco, Sao Paulo, torresmo

As crocantes pururucas são resgatadas no balcão do açougue

“Calma, calma!”. Pedi a cerveja da casa, a Horny Pig Session IPA, dei uns goles e relaxei. Aifnal, moro a apenas duas estações de metrô dali, de modo que será um grande prazer ir, aos poucos, explorando o cardápio.

Estando sozinho, preferi ficar no balcão, com vista para a cozinha.  O ambiente é moderno, despojado, aconchegante e lotado! Sim, antes do abrir de portas as 12h daquela quinta-feira, já tinha uns fiéis a aguardar o momento de entrar na catedral – incluso eu.

A melhor maneira de começar a jornada é no saquinho de Porcopocas (R$ 10) – que poderia ser definido como o couvert do bar. Torresmos sequinhos e crocantes, resgatados logo ali no mercado, ou açougue.

Casa do Porco, presunto real, Sao Paulo

Entre os embutidos da casa, provei o suave Presunto Real Rueda…

Casa do Porco, Sao Paulo, cabeca de porco

… e o indescritível embutido de cabeça de porco.

O espaço do açougue fica em um dos cantos do salão do restaurante, onde é possível comprar e levar para casa uma seleção de linguiças artesanais, produtos defumados, conservas, molhos, mostardas entre outras coisas – muitas delas preparadas no próprio restaurante.

Depois das Porcopocas decidi provar dois itens na parte do cardápio denominada Comendo Com as Mãos que reúnem algumas experimentações de tapas com carne de porco: a Sanguiça com Tangerina e Broto de Nabo na torrada e a Barriga de Porco no Pão no Vapor com cebola roxa e pimenta fermentada (R$ 19,00 a porção meio-a-meio). É legal pedir as porções de tapas meio a meio, para experimentar mais sabores.

Casa do Porco, Sao Paulo, barriga de porco 3-2

Porco no Pão no Vapor com cebola roxa e pimenta fermentada

Casa do Porco, Sao Paulo 3-2

Sanguiça com Tangerina e Broto de Nabo na torrada

Há uns itens bem exóticos que podem até parecer invencionices exageradas como o Sushi de Papada de Porco com tucupi preto (R$ 29) ou o Ceviche de Porco: “Pé no rabo” (R$ 17) com partes do pé e do rabo do porco misturados a cebola roxa e leche de tigre. Não cheguei a experimentar, então não tenho como avaliar.

Curti a sanguiça e a barriga de porco no pão no vapor, que acabaram vindo praticamente como uma mini porção (já que é dividida). Confesso que fiquei com a expectativa da sanguiça vir como uma morcela bonita que eu poderia desmanchar com o garfo. Não é por aí. A proposta da parte Comendo Com as Mãos é realmente outra. A linguiça de sangue é servida em uma fina fatia sobre torrada. Só para dar uma leve saciada no desejo.

Cerveja Horny Pig, Casa do Porco, Sao Paulo 3-2

A cerveja da casa, a Horney Pig Session IPA

Casa do Porco, Sao Paulo, sanduiche de porco

Vista para a loja de sanduíche, que dá para a rua…

Casa do Porco, Sao Paulo, sanduiche de porco 2

… e onde é possível comprar o lanche de porco assado por R$ 15,00

Poderia, então, ter partido para um dos pratos principais como o tentador, e já clássico, Porco a San Zé (R$ 46,00) – servido com farofa, salada de couve, tartar de banana e feijão. Ou pedir a porção com linguiças artesanais (R$ 24,00) ou mesmo os Torresmos de pancetta (R$ 24,00) – tanta coisa!

Estava especialmente curioso, no entanto, em relação a alguns dos embutidos e defumados frios – servidos sobre um papel manteiga, em pequenas porções. Escolhi dois embutidos (em uma porção dividida): Presunto Real Rueda e o simplesmente fantástico e indescritível Embutido de Cabeça de Porco – ambos criação do chef Jefferson Rueda. Os frios vêm acompanhados do pão da casa, picles, mostarda de grãos e composta de bacon com cebola caramelizada.

Casa do Porco, Sao Paulo, Jefferson Rueda 3-2

Vista para a cozinha, onde o chef Jefferson Rueda cuida da saída dos pratos

Casa do Porco, Sao Paulo, conservas

No “Mercado” é possível encontrar conservas e molhos

Dada a qualidade de tudo que se come por ali, inclusive itens artesanais, não posso dizer que a Casa do Porco seja um lugar caro. Os preços dos pratos seguem o padrão de muitos restaurantes de sua categoria na cidade – o que também não é propriamente barato.

Quem tiver pressa e não quiser gastar tanto, há a opção da loja de sanduíche – uma pequena portinhola dando para à rua, que oferta o Lanche de Porco Assado por R$ 15,00 a partir das 11h da manhã.

A única coisa que senti falta por lá foi de um cardápio variado de cervejas artesanais – tem tudo haver. Merecia ao menos mais alguns rótulos para harmonizar com as tantas boas opções de pratos… Fica a minha humilde sugestão.

Casa do Porco Bar

Funcionam diariamente das 12h as 1h. Domingo das 12h às 17h30m.

Endereço: Rua Araújo, 124 – República. São Paulo (SP).

Horário de funcionamento: 3258-2578. 12h/1h (dom. 12h/17h30).

Para saber mais:

facebook.com/acasadoporcobar