Bar Madrid, o novo botequim clássico da Tijuca

Bar Madrid, o novo botequim clássico da Tijuca

Do Rio de Janeiro:

Nas últimas passagens pelo Rio eu venho priorizando as andanças pela Zona Norte da cidade, que considero hoje o principal eixo de uma nova safra de botequins cariocas muito interessante e original. Nem o calor massacrante do final de ano na Guanabara me desanimou. Lá estava eu, sol tijucano na careca, atrás de destinos que ainda não conhecia.

O Bar Madrid encerrou o ano de 2015 com chave de ouro para mim. Ali pertinho do metrô Afonso Pena, é um bar relativamente novo, mas que já nasceu clássico. Em realidade, ocupa o espaço (pequeno) do antigo Bar Rio Brasília, tradicional ponto da Tijuca.

Bar Madrid 3

Pequena varanda, dando para a rua. Agradável de sentar

Bar Madrid 2

O boteco ocupa o espaço do antigo Bar Rio Brasília

Nem sempre a mudança de donos dá em boa coisa. No caso do Bar Madrid funcionou muito bem. Coube a um antigo cliente, Felipe Quintans, junto com um primo André, a missão de tocar o negócio. Os dois cresceram em uma família de imigrantes espanhóis que têm o ramo de restaurantes no sangue. O terreno, portanto, é conhecido.

O nome escolhido é justamente em homenagem a família. A decoração é bastante curiosa e autêntica. Vale foto do cantor Júlio Iglesias, bandeira do time do Real Madrid, imagem de Getúlio Vargas, flâmula do América e um boneco do pica-pau num dos cantos do balcão. Adorei!

Bar Madrid 6

Jiló Camarón de La Isla: criativo

Bar Madrid 5

Pimentinha braba, mas deliciosa

Há uma pequena varanda, devidamente munida de toldo (sem o qual seria impossível ficar durante o dia), com algumas mesas de madeira. O bar fica numa ruela bastante calma do bairro, sendo agradável sentar por ali para tomar uma cerveja. Mas aviso aos navegantes, na parte da noite o ambiente micro da casa lota rapidinho.

O cardápio é enxuto. Os pratos do dia e PFs são dispostos em quadros presos as grades da portaria do prédio onde o bar se encontra. Para petiscar, opções como sanduíche de linguiça mineira ou sanduba de bife à milanesa, bolinhos e pastéis. Há, também, itens mais diferentes como a Porpeta Juan Carlos, Patatas Bravas e o Jiló Camarón de La Isla (R$ 7.50). Com um nome imponente deste, foi irresistível pedir o Jiló.

Bar Madrid

Conservas no balcão

Servido num prato pequeno, o jiló é coberto de queijo derretido e molho de tomate – quase não dá para identificar o que é. Sim, há camarão por ali no meio de tudo. Petisco muito simpático e gostoso – boa para amantes ou não de jiló. Cuidado com a pimentinha que fica na mesa: a bicha é braba (mas deliciosa). Como ainda iria circular por outros bares no dia, fiquei somente na porção de jiló.

O Bar Madrid, não à toa, vem ganhando fãs entre amantes de botequins cariocas. É um boteco autêntico, com cardápio criativo e, claro, cerveja servida gelada – como pede o clima carioca. Entrou para minha lista de ouro na cidade.

Bar Madrid

Funcionam de terça a domingo das 10h à 0h.

Endereço: Rua Almirante Gavião, 11, loja G – Tijuca – Rio de Janeiro (RJ)

Contatos: (21) 2523 0085

Para saber mais: facebook.com/barmadrid11